quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

CRESCIMENTO POPULACIONAL NA IDADE MÉDIA




Entre os indícios de um incremento demográfico podem ser citados vários
aspectos. O aumento das migrações internas, que aparecem em documentos.
O crescimento do processo de arroteamento, a derrubada das florestas
ou drenagem de solos pantanosos para a utilização na agricultura,
além do aumento perceptível do preço da terra e do trigo. Na arquitetura
também aparecem sinais desse processo com a passagem das construções
romanas para as góticas, em geral maiores, como você vai ver nessa
apostila. E, por fim, o número de pessoas vivendo em cidades aumentou,
embora ainda fossem uma minoria no cômputo geral.


Em resumo, o aumento populacional provocado, em parte, pela diminuição
das invasões, pode ser observado na ampliação dos templos, das estradas,
das terras para o cultivo. A produção de trigo, base da alimentação,
tornou-se insuficiente para suprir a demanda.


Entender as razões que possibilitaram esse crescimento populacional é
mais complexo, pois foram muitos os fatores envolvidos. Além da questão
militar, deve ser levado em conta a redução das epidemias. Você deve lembrar:

os três os três flagelos do mundo medieval eram a “fome, as guerras
e a peste”. A redução em qualquer uma delas traria efeitos demográficos
imediatos. Todavia, faltaria explicar a razão dessa diminuição epidêmica
que supõe-se estar relacionada às mudanças climáticas.


Aparentemente, ocorreu no período, uma alteração que tornou o clima da
Europa mais seco e temperado..Como muitas doenças eram transmitidas
pelo ar, o clima seco diminuiu a incidência de microorganismos. Essa mudança climática também trazia vantagens para a agricultura, beneficiando
o plantio do trigo.


Todavia, não só o clima melhorou a produção agrícola: alguns incrementos
nas técnicas agrícolas devem também ser mencionados. Os medievos
passaram a utilizar novas atrelagens que não sufocavam os animais,
que eram a principal força motriz. Também começam a utilizar
a charrua, ferramenta empregada para revirar o solo preparando-
o para o plantio, e que podia ser usada com tração animal ou
humana.


A charrua permitia um aprofundamento das sementes,
aumentando a produção. Por fim, um novo sistema de plantação,
trienal, permitia uma utilização mais extensiva do solo. Anteriormente,
para evitar o deterioramento do solo, os medievos cultivavam metade
da terra, deixando o restante em repouso; no novo sistema, só um terço ficava em repouso.

Adaptado de JUNIOR, H.F. A Idade Média e o nascimento do Ocidente. São Paulo: Editora
Brasiliense, 1988, p, 44.

5 comentários:

  1. Qual eh o crescimento demografico populacional na idade media entre os anos 700 e 1300?Aguardo ansiosamente a resposta....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser por volta de 20, 19, 15, 12 por aí...

      Excluir
  2. Naum sei, tomara q o dono(a) do blog responda fikei curioso agora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. qual é a pergunta

      Excluir